bt-acs-topo bt-acs-rodape bt-acs-busca bt-acs-conteudo bt-acs-maior bt-acs-normal bt-acs-menor bt-acs-acessibilidade bt-acs-contraste bt-acs-mapa

slogan1

Conhecendo e recriando

Publicado em: 06/10/2017 08:24

Conhecendo e recriando

Os alunos do 7º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Barra Funda, orientados pela professora Ana Lucia, estudaram o artista plástico chinês Ai Weiwei e posteriormente confeccionaram algumas obras que são um alerta sobre problemas que afligem a sociedade atual.

Ai Weiwei é o artista plástico mais importante do momento, pois sua arte ultrapassa as fronteiras de uma foto, pintura ou instalação. Ele é um artista, capaz de expressar suas ideias de forma lúdica, criar variações de um mesmo discurso sem usar palavras, como todos os outros grandes nomes da arte. Mas, de forma diferente, não apenas reproduz ideias em suas obras: também é um livre pensador e considerado um herói.  Tornou-se conhecido ao construir, junto com os arquitetos suíços Herzog & de Meuron, o Estádio Nacional de Pequim para os Jogos Olímpicos de 2008 e, principalmente, por suas polêmicas brigas com as ordens chinesas.

Alguns trabalhos realizados pelos alunos do 7º ano:

“ O excesso de tempo dispensado ao trabalho e ao consumo deixando de lado a convivência familiar”. (Vitória Barbian)

 “ A corrupção é obter vantagem em relação a outros por meios considerados ilegais, algo que está acontecendo em nosso país com frequência. ” (Lucieli Rodrigues)

 “ A natureza devastada pelo homem, através da derrubada de árvores. ” (Bruno Rupolo)

“ No mundo em que estamos vivendo a liberdade de expressão representa a igualdade entre as pessoas. ” (Gian Gnoatto)

“ O descaso com a Educação está presente em nossos dias, não há investimentos e ela está lentamente “derretendo”, prejudicando a todos os estudantes. ” (Ana Paula Grings)

“ A inclusão é importante e nos faz pessoas melhores. Temos que nos conscientizar de que todos somos iguais mesmo sendo diferentes, e é isso que mostra as mãos unidas. ” (Eduarda Raber Vargas)

“ Os biomas estão sendo destruídos causando o desequilíbrio da natureza, o trabalho mostra a árvore sofrendo com o desmatamento”.  (Matheus Vinicius Ré Thomé)

 “ O assédio está naturalizado, as pessoas fazem como se não fosse nada, porém isso é crime e não podemos admiti-lo. ” (Isadora Nicola)

“O porongo é apresentado como uma casa para os pássaros, já que a natureza está sendo devastada. ” (Jéferson Baudino)

“ Muitas pessoas ainda jogam o lixo na natureza. Precisamos cuidar do meio ambiente. ” (Fernando Milani De Mianda)

“Racismo e preconceito não! Todo tem o direito de ter uma vida digna independentemente da cor, raça, gênero ou classe social. ” (Bianca Castoldi Begnini)

“A obra retrata a agressão contra a natureza que ocorre no mundo. Ela é feita de ferro e aço como crítica a grande área de mata devastadas para a construção de grandes indústrias. ” (Otávio Masetti)

“ A grande mídia manipula a sociedade tentando confundir as mentes, fazendo diariamente apologia ao tráfico, violência, ganância e corrupção.  Precisamos assistir com consciência crítica” (Luana Vitória Pellenz)

“Vivemos em uma sociedade onde o ódio é propagado de forma gratuita, as opiniões precisam ser discutidas. Não devemos deixar o ódio prevalecer, pois o amor vale muito mais. ” (Jordana de Castro Furini)

“ Meu trabalho representa a união entre as pessoas, não podemos desperdiçar água e desmatar a natureza. O mundo tem que ficar em paz sem corrupção, drogas e violência. ” ( Kauhane Ferreira)

“As catástrofes ambientais estão ocorrendo por causa dos desmatamentos e queimadas. É preciso mudar esse ciclo. ” (Josiane da Silva)

 

 bianca begnini.jpgana paula grings.jpgotávio masetti.jpgmatheus ré thomé.jpgluciele rodrigues.jpgluana pellenz.jpgkauane ferreira.jpgjosiane da silva.jpgjordana furini.jpgjeferson baudino.jpgisadora nicola.jpggian vitor gnoatto.jpgfernando milani miranda.jpgeduarda Raber Vargas.jpgbruno rupollo.jpgvitória Barbian.jpg